Categoria: Turismo Histórico

Cidade de Torres, litoral Norte do Estado do Rio Grande do Sul, é um paraíso de Turismo

Mais bela praia do Estado do Rio Grande do Sul e das mais belas do Brasil; Capital Brasileira do Balonismo; níveis excelentes de Qualidade de Vida; infraestrutura para receber eventos locais, estaduais, regionais, nacionais e internacionais: estes são alguns diferenciais de competitividade do Turismo da Cidade de Torres.

Município de Torres, desde seus primórdios, sempre teve vocação para receber viajantes

Desde o início da colonização europeia do Brasil, a região do Município de Torres destacou-se pela facilidade para deslocamento a pé. Em vez de enfrentar a Serra Gaúcha, era bem mais simples cruzar pelas planícies, de Norte a Sul, e vice-versa. Região torna-se grande polo de Turismo de Lazer a partir do início do século XX.

Cidade de Antônio Prado é museu a céu aberto com acervo de 48 imóveis tombados

Município passou praticamente a metade dos seus 134 anos de existência isolado do progresso acontecendo no seu entorno. Isso criou uma cápsula do tempo, preservando boa parte dos imóveis construídos há 100 anos. Todos estão tombados como Patrimônio Histórico do Brasil, formando um atrativo de Turismo sem paralelo no mundo.

Cidade de Antônio Prado tem tudo para competir em Turismo na Serra Gaúcha

Heranças dos colonizadores italianos são forte atrativo para visitantes. Centro Histórico exibe 48 casas do final do século XIX e início do século XX preservados e protegidas. Município tem como desenvolver Ecoturismo, Enoturismo, Turismo Cultural, Turismo de Aventura, Turismo de Eventos, Turismo de Gastronomia e outros mais.

Ruínas da Igreja de São José do Queimado: museu a céu aberto no Município de Serra

Local foi palco de insurreição de negros cativos em 1849. Revolta passou a ser considerada como das mais importantes na luta dos escravos pela liberdade dentro da história brasileira. Estrutura, abandonada ao tempo durante mais de meio século, transformou-se em ruínas. Agora, recuperada, será aberta à visitação.

Município de Flores da Cunha fundamenta o Turismo na herança dos imigrantes italianos

O Turismo da Cidade de Flores da Cunha está orientado segundo cinco roteiros principais: Caminhos da Colônia; Compassos da Mérica, Mérica; Melhor Idade; Vales da Serra; e, e Vinhos dos Altos Montes. Todos oferecem imersões na herança deixada pelos imigrantes italianos, além da contemplação de lindas paisagens e muito verde em lugares encantadores. A gastronomia qualificada também é diferencial na atração dos visitantes.

Estado do Espírito Santo comemora Dia Nacional do Imigrante Italiano no Brasil

Em 21 de fevereiro de 1874, a terra capixaba recebeu 386 trentinos e vênetos, após 45 dias de viagem a bordo do navio de bandeira francesa, movido a velas, La Sofia. Eles vieram para o País com promessas de posse de terra. Mas, chegados aqui, perceberam ter sido enganados pelo empreendedor, o conterrâneo italiano Pietro Tabacchi.

Cidade de Flores da Cunha é grande ícone em atração de turistas na Serra Gaúcha

Divulgada como “Cidade Mais Italiana” do Brasil, exibe excelentes Índices de Desenvolvimento Humano. Além de grande produção agrícola, a indústria é muito forte, apresentando uma fábrica para cada 18 habitantes. Tem cerca de 200 empresas dedicadas ao beneficiamento da uva. Turismo é forte impulsionador da sua Economia.

Carregando

Categorias

Últimos Posts