Atendimento internacional começa a operar recebendo dois voos vindos do exterior. O primeiro, saiu a Bolívia; o segundo, da Argentina. Governo do Estado do Mato Grosso busca rotas regulares entre a cidade de Cuiabá e diversos destinos nas diversas nações vizinhas.

 

Voo da Bolívia abre terminal internacional do Aeroporto Marechal Cândido Rondon

 

Um dos mais importantes acontecimentos relacionados à realização da primeira edição da Feira Internacional de Turismo do Pantanal — FIT Pantanal 2016, desenvolvida no Centro de Eventos Pantanal, na cidade de Cuiabá, capital do Estado do Mato Grosso, foi a internacionalização do Aeroporto Marechal Cândido Rondon. A inauguração do novo atendimento aconteceu com a chegada do primeiro voo vindo diretamente do exterior.

 

 

Voo da Bolívia abre terminal internacional do Aeroporto Marechal Cândido Rondon

O agora Aeroporto Internacional Marechal Cândido Rondon, popularmente conhecido como “Aeroporto de Cuiabá”, está localizado no Município de Várzea Grande, vizinho à capital do Estado do Mato Grosso

 

O avião da companhia aérea Amaszonas havia partido da Bolívia, saindo da cidade de Santa Cruz de la Sierra, trazendo a bordo o governador local, Rubens Costas Aguilera, autoridades políticas e lideranças empresariais do país vizinho. Foram recebidos pelo governador do Estado do Mato Grosso, Pedro Taques, acompanhado pelos secretários de Desenvolvimento Regional, Eduardo Moura, e de Turismo, Luiz Carlos Nigro.

 

Voo da Bolívia abre terminal internacional do Aeroporto Marechal Cândido Rondon

Este avião da Amaszonas Linhas Aéreas, companhia boliviana, inaugurou a internacionalização do Aeroporto Marechal Cândido Rondon

 

— Esse primeiro voo internacional é bastante significativo. Marca o início da ligação comercial entre o Estado do Mato Grosso e a Bolívia. Ela será aprofundada — disse o governador Pedro Taques. Os visitantes vieram participar da FIT Pantanal 2016 e do encontro da Zona de Integração do Centro Oeste Sul-Americano — Zicosur, bloco de seis países da América Latina: Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Paraguai e Peru.

 

Voo da Bolívia abre terminal internacional do Aeroporto Marechal Cândido Rondon

O governador do Mato Grosso, Pedro Taques, aguardou a comitiva vinda da Bolívia, que foi recepcionada com apresentações de grupo folclórico do Estado do Mato Grosso

 

Ainda no aeroporto, o governador Pedro Taques revelou que debateria com seu colega recém-chegado sobre a pavimentação de 315 quilômetros de estrada, entre as cidades bolivianas de San Matias e San Ignácio. Sua intenção é que o trecho ligando a cidade de Cuiabá à cidade de Santa Cruz de la Sierra ofereça aos usuários uma melhor qualidade de infraestrutura rodoviária, ampliando a ligação por via terrestre com o país vizinho.

 

Voo da Bolívia abre terminal internacional do Aeroporto Marechal Cândido Rondon

Momento em que o governador da Província de Santa Cruz de la Sierra, Rubens Costas Aguilera, esta atendido no guichê da Aduana do Aeroporto Internacional Marechal Cândido Rondon

 

— Cuiabá e Santa Cruz de La Sierra são o centro da rota comercial do Oceano Pacífico. Essa posição nos coloca no filé mignon no mercado internacional com países vizinhos, como Argentina e Peru. O turismo também passa a ter incremento se nos aliarmos como esse objetivo — assegurou o governador de Santa Cruz de La Sierra, Rubens Costas Aguilera, bastante otimista com as possibilidades desta união de esforços entre Bolívia e Brasil.

 

Voo da Bolívia abre terminal internacional do Aeroporto Marechal Cândido Rondon

O governador do Estado do Mato Grosso, Pedro Taques, conversa com membros da comitiva vinda da cidade boliviana de Santa Cruz de la Sierra. no saguão do Aeroporto Internacional Marechal Cândido Rondon

 

Logo após a chegada do avião proveniente da Bolívia, o Aeroporto Marechal Cândido Rondon teve seu segundo pouso de origem internacional. Vindo da Argentina, o voo trazia uma delegação de empresários da Província de Salta, também para participar da FIT Pantanal 2016. Esta movimentação está relacionada à intenção do Governo, de tornar o Estado do Mato Grosso polo de aviação regional do Centro-Oeste brasileiro.

 

Voo da Bolívia abre terminal internacional do Aeroporto Marechal Cândido Rondon

A intenção do Governo do Estado do Mato Grosso é tornar a cidade de Cuiabá polo de aviação regional da região do Centro-Oeste brasileiro

 

O secretário de Desenvolvimento Regional, Eduardo Moura, acompanhado do colega Luiz Carlos Nigro, do Turismo, aproveitou a presença no Brasil da equipe da empresa aérea boliviana Amaszonas para sugerir a oferta de uma rota ligando a capital de Mato Grosso à cidade de Santa Cruz de La Sierra. Trata-se de um voo regular, com horário definido, cuja frequência iria crescendo de acordo com a procura ao longo do tempo:

— Eles têm interesse em se instalar aqui e oferecer, além da rota Cuiabá- Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, a linha Cuiabá-Assunção, para a capital do Paraguai. Vamos nos esforçar para alcançar essa parceria, benéfica para o setor do comércio e também para o turismo. Tenho certeza de que, com as vantagens do nosso novo programa VoeMT, eles tomarão decisão neste sentido — completou com otimismo o secretário Eduardo Moura.

 


 

 

Matéria desenvolvida a partir dos seguintes investimentos do Governo do Estado do Mato Grosso:

 

• Participação no fampress de jornalistas brasileiros e estrangeiros, dias 16 a 19 de abril de 2016, pelos seguintes destinos do Estado do Mato Grosso: Município de Cáceres, Município de Chapada dos Guimarães, Município de Campo Novo dos Parecis, Município de Cuiabá,Município de Jaciara e Município de Nobres; e,

 

• Acompanhamento da Feira Internacional de Turismo do Pantanal — FIT Pantanal 2016, dias 20 a 24 de abril, no Centro de Eventos do Pantanal, na cidade de Cuiabá, capital do Estado.