Parece ter sido ontem a primeira edição do Festival de Turismo de Gramado — Festuris. Mas já são 28 anos de caminhada. Tímida em seu início, em quase 30 décadas cresceu exponencialmente. Ao aproximar-se a edição na qual torna-se balzaquiano, um pouco relembrando esta jornada.

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

 

O período de 1993 a 2003 foi bastante rico para mim, em termos de colunas e espaços voltados a divulgação do turismo em veículos impressos de imprensa alternativa. Isso, tanto aqui no Estado do Espírito Belo e Santo quanto em outros pontos do País. No link Memória do menu principal do meu site estou disponibilizando trabalhos daquele tempo. Já recuperei material do Jornal ES Hoje e da revista Orla Turismo & Negócios. Ainda falta muita coisa.

Surpreendeu em tão poucas edições achar 40 referências sobre o Festival de Turismo de Gramado — Festuris. Digitalizadas, encaminhadas aos organizadores do evento e passíveis de consultas através de ferramentas Web, mereciam mais divulgação. Afinal, são momentos de uma trajetória caminhando para completar 30 anos. Vistos agora em conjunto, dão uma pequena ideia da evolução de um trabalho tímido em seu início, e gigante nos dias de hoje.

É uma pequena contribuição de minha parte chamando atenção para a importância da agora Feira Internacional de Turismo de Gramado. Criadas pelas sonhadoras e empreendedoras Marta Rossi e Sílvia Zorzanello, tornou-se verdadeira grife em termos de promoção voltada o turismo. Com a segunda nos deixando prematuramente, o filho Eduardo Zorzanello leva adiante seu legado — ao lado de Marcos Rossi, filho da primeira, uma indomada otimista.

 

Revista Orla Turismo & Negócios

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

Duas fotos-legendas: página 22 da edição 69, referente a fevereiro de 1997; e página 19, da edição 20, referente a abril daquele mesmo ano. Por coincidência, tanto em uma quanto na outra, Sílvia Zorzanello, à esquerda, e Marta Rossi, à direita. No rosto, marca registrada das duas: sorrisos maiores que as próprias bocas. Chamam atenção, ainda, a juventude das duas e — é claro! — os enormes cabelos louros da Marta, caindo majestosamente sobre os ombros

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

À esquerda, página 10 do número 73 da publicação, referente a outubro de 1997, chamando atenção para a data da realização da edição 9 do Festival de Turismo de Gramado — Festuris, de 6 a 9 de setembro daquele ano. À direita, página 26 da mesma edição, matéria anunciando a festa de abertura do evento. Ela foi comandada pela delegação do Estado do Espírito Belo e Santo, à frente de um jantar denominado “Noite na Orla Capixaba”, à base de moqueca capixaba

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

Na edição seguinte, de dezembro 1997, na página 9, matéria  sobre o enorme sucesso da festa de abertura da edição 9 do Festival de Turismo de Gramado — Festuris, com o jantar batizado com o nome de “Noite na Orla Capixaba”. Mestres-cuca do Estado do Espírito Belo e Santo foram levados até à Cidade da Rota Romântica de Gramado para garantir a originalidade da receita. À direita, na página 21 do mesmo número, agradecimento de Marta Rossi e Sílvia Zorzanello

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

A página 15 do número 80, referente a dezembro de 1998, mostra a repetição do sucesso do ano anterior, com o jantar “Noite na Orla Capixaba”, na abertura da edição 10 do Festival de Turismo de Gramado — Festuris. À direita, na página 16 do mesmo exemplar da revista, Marta Rossi e Sílvia Zorzanello são agraciadas com o “Prêmio Imprensa de Turismo”, mais conhecido como “PIT”, homenagem a personalidades que se destacavam neste segmento da economia

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

A senadora pelo Estado do Espírito Belo e Santo, Luzia Toledo, expressou seu apoio ao jantar “Noite na Orla Capixaba”, mais uma vez evento de abertura do Festival de Turismo de Gramado — Festuris, agora em sua edição 11. Isso é o que atesta matéria na página 18 do número 84, referente a agosto de 1999. À direita, na página 32 do mesmo exemplar, Marta Rossi e Sílvia Zorzanello anunciando que o Salão de Turismo do Conesul aconteceria junto ao evento

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

A edição 84, agosto de 1999, trouxe anúncio do Festival de Turismo de Gramado — Festuris daquele ano, conforme mostra a página 35 à esquerda; à direita, na pagina 15, edição 85, outubro de 1999, Sílvia Zorzanello e Marta Rossi otimistas com o evento, a acontecer de 4 a 7 de novembro. Curiosidade da imprensa alternativa da época: uso repetido de fotografias, porque ainda nem se cogitava na facilidade de se produzir imagens que temos atualmente

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

Na página 31, número 85, outubro 1999, matéria chamando atenção para o jantar “Noite na Orla Capixaba” como festa de abertura do Festival de Turismo de Gramado — Festuris, em sua edição 11, no início do mês seguinte. À direita, naquele mesmo número, no destaque, foto mostrando o encontro de Sílvia Zorzanelle e Marta Rossi com o editor da publicação, no estande da Varig, durante a agora denominada Abav Expo Internacional de Turismo acontecida naquele ano

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

Anúncio de duas páginas, criado e produzido por este jornalista que agora vos escreve. Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de captar patrocinadores para a manutenção do jantar “Noite na Orla Capixaba” como festa de abertura do Festival de Turismo de Gramado — Festuris do ano 2000. A peça ocupou as páginas 4 e 5 da edição 89, referente a julho e agosto daquele mesmo ano. Nas fotos, a diversidade de personalidades já conhecedoras da realização

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

Na página 36 da edição 89, referente a julho e agosto de 2000, a notícia de que o Espírito Santo Convention & Visitors Bureau havia assumido a promoção do jantar intitulado “Noite na Orla Capixaba” como festa de abertura do Festival de Turismo de Gramado — Festuris, a ser realizado dias 10 e 11 de novembro daquele mesmo ano. À direita, no mesmo número, página 50, anúncio sobre o evento, que sempre contou com forte apoio do veículo capixaba

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

Repetição do anúncio do Festival de Turismo de Gramado — Festuris do ano 2000, na página 25 da edição 90, referente a setembro e outubro do mesmo ano. À direita, na parte inferior da página 38 do mesmo número, Marta Rossi e Sílvia Zorzanello recebendo o prêmio Mulher Influente, oferecido a personalidades femininas de destaque na sociedade brasileira, iniciativa do jornal MG Turismo, da Cidade de Belo Horizonte, capital do Estado de Minas Gerais

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

A festa de abertura do Festival de Turismo de Gramado — Festuris, do ano 2000, será com mais um jantar “Noite na Orla Capixaba”, informa a matéria principal da página 40 da edição 90, referente a setembro e outubro. À direita, na página 62 daquele mesmo número, em destaque, a opinião de Marta Rossi sobre os 13 anos da publicação, perfilando ao lado de nomes importantes do turismo no momento, Flávio Carvalho, Nilson Guilhem, Paulo Gaundência, Leonel Dias…

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

A edição 2000 do Festival de Turismo de Gramado — Festuris, acontecida de 9 a 12 de novembro, marcou definitivamente a internacionalização do grande evento. Isso pode ser constatado na matéria ocupando duas páginas do número 91 da revista, referente a novembro e dezembro. À direita, foto de Marta Rossi e Sílvia Zorzanello radiantes com o sucesso da promoção, além de uma lista de personalidades de destaque presentes à primeira realização do século XXI

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

Se houve uma edição do Festival de Turismo de Gramado — Festuris em momento dramático da história mundial, esta pode ser considerada a de 9 a 11 de novembro de 2001. Isso porque completavam-se apenas dois meses do ataque terrorista às Torres Gêmeas, na Cidade de Nova York, nos Estados Unidos da América. A revista dedicou quatro páginas de seu número 97, referente a novembro e dezembro. As de número 54 e 55 estão acima; as outras, em seguida

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

Complemento da matéria de quatro páginas — aqui, as de números 56 e 57 — sobre o Festival de Turismo de Gramado — Festuris do ano de 2001, publicadas na edição 97 da revista, referente aos meses de novembro e dezembro. Elas encerram as referências por mim levantadas até o momento, sendo que falta encontrar seis exemplares — 78, 81, 82, 83, 86 e 88 —, todos referentes ao período em que mantive relacionamento com aquele veículo de comunicação

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

Apesar de não serem sobre o Festival de Turismo de Gramado — Festuris, estas duas páginas, 22 e 23 da edição 93, referente a março e abril de 2001, tratam de outro grande evento criado pelas empreendedoras Marta Rossi e Sílvia Zorzanello. Trata-se da Festa Nacional do Chocolate — Chocofest, realizada durante mais de 10 anos na Cidade da Rota Romântica de Canela, situada ao lado da Cidade da Rota Romântica de Gramado, ícones do turismo das Serras Gaúchas.

 

Jornal ES Hoje

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

À esquerda, página 16 da edição referente à primeira quinzena do mês de dezembro de 2001, com matéria sobre o Festival de Turismo de Gramado — Festuris acontecido logo após o ataque terrorista às Torres Gêmeas, na Cidade de Nova York, nos Estados Unidos da América. À direita, página 14 da edição referente a setembro de 2002, com os preparativos para o evento daquele ano, cujo tema principal ainda ecoava os tristes acontecimentos de 12 meses antes

 

Pequena memória Festuris 1997 a 2002 revista e jornal Estado do Espírito Santo

A página 19 da edição referente à primeira quinzena do mês de novembro de 2002 é prova do pioneirismo que sempre marcou o Festival de Turismo de Gramado — Festuris, desde seus primórdios. Na oportunidade, o evento incorporou a diversidade de gêneros à realização, criando o então denominado Salão GLS — atualmente, Salão LGBT. À direita, uma TecnoHotel acontecida sob a batuta das empreendedoras da Serra Gaúcha: Marta Rossi e Sívia Zorzanello

 


 

Clique nos trechos em colorido ao longo do texto para abrir novas guias, com informações complementares ao aqui sendo tratado.

Nos meus textos de turismo, adotei o critério de, ao citar uma cidade, fazê-lo incluindo apelido ou referências de destino da mesma. Por isso Cidade Presépio de Vitória e Cidade da Rota Romântica de Gramado, por exemplo. E, também, Estado de Santa e Bela Catarina ou Estado do Espírito Belo e Santo.

A busca pela memória continua. Faltam serem encontrados seis números da revista Orla Turismo & Negócios. E diversas edições do Jornal de Consumo, Jornal de Serviço Capixaba, Jornal de Turismo — não aquele publicado na Cidade Maravilhosa do Rio de Janeiro, capital do Estado do Rio de Janeiro, mas publicação de mesmo título, com pouco tempo de vida aqui no Estado do Espírito Belo e Santo — e jornal O Despertar. E, também, trabalhos meus publicados no jornal MG Turismo, da Cidade de Belo Horizonte, capital do Estado de Minas Gerais; revista Maranhão Turismo, da Cidade Atenas Brasileira de São Luís, capital do Estado do Maranhão; revista Programa, da Cidade de Porto Alegre, capital do Estado do Rio Grande do Sul; e outra revista, cujo título me fugiu à memória agora, da Cidade Morena de Campo Grande, capital do Estado do Mato Grosso do Sul — além de coisas esparsas não recordadas até o momento.