Experiência envolve turista com história e culinária na Ilha de Santa Catarina. Compra ingredientes no Mercado Municipal, caminha pelo Centro da cidade até restaurante Conselheiro do Paladar e prepara o alimento. Ao final, piquenique junto à Ponte Hercílio Luz.

 

Paladares da Décima Ilha: oportunidade de preparar e degustar uma delícia açoriana

A marca do projeto “Turismo de Experiência: Santa Catarina em todos os sentidos” resume em seu design as diversas opções à disposição dos turistas

 

Vivência bem interessante proposta dentro do projeto “Turismo de experiência: Santa Catarina em todos os sentidos” é a Paladares da Décima Ilha. Ela dá ao participante um mergulho na formação da cidade de Florianópolis, a capital do Estado de Santa e bela Catarina: sai do interior do Mercado Municipal, segue por entre edificações históricas, prepara prato típico dos imigrantes e conclui em piquenique junto à Ponte Hercílio Luz.

Sua criadora, Cláudia Regina Martins é autêntica representante dos manézinhos da ilha, como são conhecidos os descendentes dos açorianos, colonizadores da região. Formada em Psicologia, deixou os consultórios de lado para dar vazão às suas veias de chefe de cozinha e comerciante. A paixão pela culinária vem da família, principalmente, da avó, dona Domingas. Ela, disciplinada, tinha prazer de ensinar à neta receitas e segredinhos.

 

Paladares da Décima Ilha: oportunidade de preparar e degustar uma delícia açoriana

A experiência Paladares da Décima Ilha começa num os pontos históricos mais conhecidos da cidade de Florianópolis, o Mercado Municipal. Ali, a manezinha Cláudia Regina Martins orienta sobre a compra dos ingredientes

 

E também a orientação de tomar uma tacinha de vinho todos os dias, para viver com saúde até aos 108 anos. Cláudia descende da dona Eli, professora aposentada, e ex-comerciante. Talvez por isso, também, seu gosto por ensinar. Seu pai, o senhor Valmir, foi mestre, historiador e político. Mais velha entre quatro mulheres, era a responsável pela organização da casa. Nunca fugiu do batente: trabalhava de dia e estudava à noite.

Tem 20 anos no ramo da alimentação. Começou em 1995, no restaurante Caranguejo Refeições, dentro da sede do antigo Banco do Estado de Santa Catarina. Ficou por lá até 2000, entregando marmitas, deixando o local após a privatização da instituição. Um ano depois, em 2001, abriu o Conselheiro do Paladar, na Rua Conselheiro Mafra, das mais antigas do Centro de Florianópolis, e a primeira via de comércio da capital do Estado.

 

Paladares da Décima Ilha: oportunidade de preparar e degustar uma delícia açoriana

O Box 15 do Mercado Municipal de Florianópolis, a Quitanda do Paladar, só trabalho com produtos frescos, orgânicos, cultivados e produzidos sem agrotóxicos

 

Com limitação do espaço físico, não pode montar cozinha ampla. Resolveu o problema comprando um forno combinado, desenvolvido na Alemanha. Isso possibilitou novas formas de preparo dos alimentos, eliminando frituras. Experimenta daqui, testa dali, foi descobrindo novos sabores. Assim, se não é o único, o Conselheiro do Paladar é dos poucos a oferecer vários pratos sem glúten, sem lactose e adequados a dietas especiais.

Com atendimento de qualidade, cozinha inovadora e cardápio criativo, além de uma simpatia inesgotável, em 2005, Cláudia foi convidada para representar o País no Ano do Brasil na França, com restaurante de comida típica brasileira. Nem é preciso ressaltar o sucesso dessa iniciativa, encantando visitantes de toda a Europa. Retornando do Velho Mundo, e em virtude do crescimento dos negócios, trouxe seus dois filhos para ajudar.

 

Paladares da Décima Ilha: oportunidade de preparar e degustar uma delícia açoriana

O espaço diminuto do restaurante Conselheiro do Paladar levou a que a manézinha Cláudia Regina Martins criasse novas opções de preparo dos alimentos

 

Em 2013, venceu a licitação do Box 15 na Ala Sul do Mercado Público e, em 2015, lá instalou a Quitanda do Paladar, especializada em produtos orgânicos. Criou, assim, a novidade de, no restaurante, trabalhar com produtos sem agrotóxicos e frescos. Ela é tocada pelo seu filho mais velho, Aníbal. O mais novo, Vinícius, é o responsável pela administração dos dois espaços, cuidando das contas, pagamentos, recebimentos etc.

 

Como funciona a experiência Paladares da Décima Ilha

 

Tudo começa no Mercado Público da cidade de Florianópolis. O grupo encontra-se com a Cláudia em frente ao Box 15, a Quitanda do Paladar. Ali, sob orientação dela, sempre se expressando no tradicional falar dos manézinhos da ilha, são escolhidas especiarias, frutas, legumes e temperos. Depois, compra uma cachaça especial na loja em frente e segue para o setor de peixarias. Lá é escolhido a peixe, ingrediente especial do prato.

 

Paladares da Décima Ilha: oportunidade de preparar e degustar uma delícia açoriana

Depois que a iguaria está pronta, cada participantes da experiência Paladares da Décima Ilha prepara a própria marmitinha, como se vê nas imagens acima e abaixo

 

Paladares da Décima Ilha: oportunidade de preparar e degustar uma delícia açoriana

 

Com a cesta repleta de ingredientes, deixa-se o Mercado Público, seguindo pela Rua Conselheiro Mafra. Cláudia explica curiosidades tanto sobre a via quanto os diversos prédios históricos de arquitetura diferenciada cruzados durante o passeio. Chegando no Restaurante Conselheiro do Paladar, cada integrante é devidamente paramentado com avental e proteção para o cabelo, customizados em chita, vestimenta típica dos Açores.

Degustando goles da cachacinha, todos envolvem-se na preparação dos ingredientes e sua reunião para cozimento. Cláudia, auxiliada por funcionários, ensina de modo a que as pessoas possam, depois, fazer em casa. Pronta a refeição, com recipientes moldados em barro, cada um prepara sua própria marmita. Com ela em mãos, embrulhada no pano utilizado antes para prender os cabelos, deixa-se o local, em direção ao Parque da Luz.

 

Paladares da Décima Ilha: oportunidade de preparar e degustar uma delícia açoriana

A manézinha Cláudia Regina Martins ao lado da toalha estendida sobre o gramado no Parque da Luz, local em que acontece o piquenique. No detalhe, a marmitinha embrulhada no pedaço de chita, compondo o conjunto que o participante leva como brinde de recordação

 

Chegando a esta área de lazer em frente da belíssima Ponte Hercílio Luz, todos reúnem-se ao redor de uma tolha colorida, aberta sobre os gramados. A degustação da iguaria é na forma de piquenique descontraído, ouvindo-se novas histórias do inesgotável acervo de conhecimentos de Cláudia sobre os peculiares costumes dos açorianos. Ao final, como recordação desta vivência única, leva-se o paninho e os recipientes em cerâmica.

Dois esclarecimentos finais: o nome Paladares da Décima Ilha remete ao Arquipélago dos Açores, formado por nove ilhas. Soma-se a elas a Ilha de Santa Catarina, local de chegada dos primeiros imigrantes oriundos daquela região em terras brasileiras; o prato preparado é muito comum no litoral do Estado de Santa Catarina. Chama-se Estopa, um cozido simples de carne de arraia, acompanhado de pirão d’água e farofa de banana.

 

Paladares da Décima Ilha: oportunidade de preparar e degustar uma delícia açoriana

A denominação Paladares da Décima Ilha remete às nove ilhas do Arquipélago dos Açores, conforme imagem acima, somadas à Ilha de Santa Catarina, imagem abaixo, porta de entrada dos imigrantes açorianos na região do Estado de Santa Catarina

 

Paladares da Décima Ilha: oportunidade de preparar e degustar uma delícia açoriana

 

Paladares da Décima Ilha: oportunidade de preparar e degustar uma delícia açoriana

Folheto de apresentação da experiência Paladares da Décima Ilha, um das 15 integrantes do projeto “Turismo de Experiência: Santa Catarina em todos os sentidos”

 

Um pouco sobre os operadores do projeto Turismo de Experiência: Santa Catarina em Todos os Sentidos

  • A Magia do Barro

Visita à Olaria Beira Mar, conhecendo a vida e formação do oleiro, técnicas de modelagem do barro e equipamentos necessários para o desenvolvimento da arte. Passeio pelo Centro Histórico da cidade de São José, com resgate da memória a partir da descrição dos casarões antigos ao redor da Praça Hercílio Luz. Apresentação das artesãs Meninas da Terra, acompanhada de café, sucos, bolos, biscoitos, patês…

 

Turismo de Experiência amplia atrações para o turista da Santa e bela Catarina

Grupo aprende a decorar peças esculpidas em barro no ateliê das artesãs Meninas da Terra, onde também degustam uml anche com café, sucos, bolos, biscoitos, patês…

Meninas da Terra

DDD 48 — Fixo 3244-6225

facebook.com/meninasdaterra

  • Alimentação e Banho Interativo com Tartarugas

O visitante participa do ritual de alimentação e do banho das tartarugas vivendo na base do Projeto Tamar no Município de Florianópolis. Exemplares das cinco espécies que desovam no litoral do Brasil, vivem em tanques, após salvas da morte por sufocamento no processo de eclosão do ovos. Como todos os outros Centros de Visitantes do Tamar pelo País, trabalha conscientização e educação de comunidades, visitantes e pescadores.

 

Turismo de Experiência amplia atrações para o turista da Santa e bela Catarina

Exemplares das cinco espécies que desovam no litoral do Brasil, vivem em tanques, após salvas da morte por sufocamento no processo de eclosão do ovos

Projeto Tamar Florianópolis

DDD 48 — Fixo 3236-2015

www.tamar.com.br

  • Ecorafting

Tudo começa com oficinas sobre fauna e flora da região da Serra do Tabuleiro. Depois, o ritual de confecção das bombas de argila misturada a sementes de espécies nativas da Mata Atlântica. A seguir, a emoção de descer as corredeiras do Rio Cubatão do Sul em barcos infláveis, passeio realizado com segurança impecável. Quase ao final do trajeto, parada estratégica, com todos bombardeando as margens desmatadas, usando estingues.

 

Turismo de Experiência amplia atrações para o turista da Santa e bela Catarina

A emoção de descer as corredeiras do Rio Cubatão do Sul em barcos infláveis, passeio realizado com segurança impecável. Quase ao final do trajeto, parada estratégica, com todos bombardeando as margens desmatadas, usando estingues

Apuana Rafting

DDD 48 — Fixo 3245-7602

www.apuamarafting.com.br

  • Entre Gingas e Histórias: a Capoeira, Patrimônio Cultural da Humanidade

Oportunidade para se vivenciar um pouco das ancestralidades africana e brasileira, através da imersão nas artes da capoeira, arte marcial genuinamente brasileira, hoje Patrimônio Cultural da Humanidade. Ao final, degustação de uma deliciosa feijoada, prato com o qual eram alimentados os escravos nas senzalas das fazendas do Brasil. Tudo isso, acontecendo numa edificação construída pelas mãos de cativos negros.

 

Turismo de Experiência amplia atrações para o turista da Santa e bela Catarina

As apresentações de capoeira acontecem em espaço especial, montado no sótão do prédio que abriga o Museu Etnográfico da cidade de Biguaçu, edificação erguida com o trabalho dos escravos

Associação Cultural Capoeira na Escola

DDD 48 — Móvel 9655-4991

www.capoeiranaescola.org.br

  • Experiência de Mergulho

Mergulho e aula sobre espécies marinhas e técnicas visuais em ambiente submerso. Escola e operadora de mergulho autônomo com qualidade e segurança certificadas pela Professional Association of Diving Instructor — PADI, maior organização do segmento em todo o mundo. Credenciada pela Handicapped Scuba Association — HSA Brasil, sendo capacitada no atendimento de pessoas com qualquer tipo de necessidade especial.

 

Turismo de Experiência amplia atrações para o turista da Santa e bela Catarina

Mergulho e aula sobre espécies marinhas e técnicas visuais em ambiente submerso., em escola e operadora de mergulho autônomo com qualidade e segurança certificadas

Água Viva Mergulho

DDD 48 — Fixo 3369-9003

www.aguavivamergulho.com.br

  • Faça Você sua Caipirinha

A caipirinha nasceu como remédio para o corpo e, atualmente, é elixir para os males da alma. Apesar de ser o drinque nacional mais conhecido no exterior, e de sermos os seus maiores consumidores, poucos brasileiros sabem como preparar esta delícia. A ideia e mudar esta realidade o mais rápido possível, da maneira mais fácil que existe, com um passo-a-passo impresso, utensílios e ingredientes levados à mesa do apreciador. Saúde!

 

Turismo de Experiência amplia atrações para o turista da Santa e bela Catarina

Apesar de ser o drinque nacional mais conhecido no exterior, e de sermos os seus maiores consumidores, poucos brasileiros sabem como preparar uma caipirinha, bebida que nasceu como remédio para os males do físico e transformou-se em elixir para os problemas da alma

Restaurante Canto do Mar

DDD 48 — Fixo 3261-3006

www.restaurantecantodomar.com.br

  • Feira da Freguesia

A Feira da Freguesia acontece todo segundo domingo do mês, sendo montada ao redor da Praça Hercílio Luz, no Centro Histórico da cidade de São José. Dentre seus atrativos, podem ser listados apresentações de dança, comércio de antiguidades, encenação de ofertas de sebo, peças teatrais, shows musicais e variedade de artesanato, além de visitas guiadas tanto à Casa de Cultura Nésia Melo da Silveira quanto ao Museu Histórico.

 

Turismo de Experiência amplia atrações para o turista da Santa e bela Catarina

A Feira da Freguesia acontece todo segundo domingo do mês, sendo montada ao redor da Praça Hercílio Luz, no Centro Histórico da cidade de São José. Dentre seus atrativos, podem ser listados apresentações de dança, comércio de antiguidades, encenação de ofertas de sebo, peças teatrais, shows musicais e variedade de artesanato

Feira da Freguesia

DDD 48 — Fixo 3259-2368

Feira da Freguesia da cidade de São José

  • História para Todos

Acompanhamento de roteiro cultural especial para surdos, tanto no Centro Histórico de Florianópolis quanto no Centro Histórico de São José. Participação especial em oficinas de montagem de abayomis, pequenas bonecas montadas com trapos de tecidos, estes bem diminutos. Herança dos açorianos, colonizadores da região, representam atores de circo, orixás, figuras do cotidiano, contos de fada e manifestações folclóricas e culturais.

 

Turismo de Experiência amplia atrações para o turista da Santa e bela Catarina

Acompanhamento de roteiro cultural especial para surdos, tanto no Centro Histórico de Florianópolis quanto no Centro Histórico de São José. Participação especial em oficinas de montagem de abayomis, pequenas bonecas montadas com trapos de tecidos, estes bem diminutos

Floripa Freetour

DDD 48 — Fixo 3224-4593

História Para Todos

  • Jogos da Experiência

Sabe aquele velho prazer de um carteado bem jogado? Lembra da guerra com dados para tomar países e continentes, tornando-se dono do mundo no War? Que tal trazer de volta a alegria infantil de retirar varetas de cima das outras sem mexer nas que estão empilhadas abaixo? Tem de memória ainda os apelidos dos números da víspora? Este divertimento de brincadeiras e jogos, entre a família e grupo de amigos, está de volta.

 

Turismo de Experiência amplia atrações para o turista da Santa e bela Catarina

Que tal trazer de volta a alegria infantil de retirar varetas de cima das outras sem mexer nas que estão empilhadas abaixo? Este divertimento de brincadeiras e jogos, entre a família e grupo de amigos, está de volta

Pousada Favareto

DDD 48 — Fixo 3369-2003

www.pousadafavareto.com.br

  • O Homem do Mar

Uma experiência inesquecível, a bordo de simples barcos de pescadores, participando da pesca de espécies da época, nadando em cantos secretos das muitas baías ao redor das inúmeras ilhas compondo o rico colar do Arquipélago da Ilha de Santa Catarina ou simplesmente contemplando o pôr do Sol por detrás das montanhas do continente. Um roteiro sempre surpresa, pois é definido praticamente no momento de se lançar ao mar.

 

Turismo de Experiência amplia atrações para o turista da Santa e bela Catarina

Uma experiência inesquecível, a bordo de simples barcos de pescadores, participando da pesca de espécies da época, nadando em cantos secretos das muitas baías ao redor das inúmeras ilhas compondo o rico colar do Arquipélago da Ilha de Santa Catarina

Apino Turismo

DDD 48 — Fixo 3039-1404

www.apino.com.br

  • OstraXperience

Visita a uma fazenda de criação de ostras na orla do Ribeirão da Ilha. Um maricultor apresentará todo o processo de produção deste apreciado marisco, detalhando sobre os materiais necessários para o cultivo e as etapas de desenvolvimento do molusco. Após esta explanação, degustação da iguaria in natura e preparada ao bafo, harmonizada com espumantes. Possibilidade de conhecer o artesanato local e uma doceria bem tradicional.

 

Turismo de Experiência amplia atrações para o turista da Santa e bela Catarina

Um maricultor apresentará todo o processo de produção deste apreciado marisco, detalhando sobre os materiais necessários para o cultivo e as etapas de desenvolvimento do molusco. Após isso, degustação desta delícia in natura ou ao bafo

Floripa Xperience

DDD 48 — Fixo 3333-4684

www.floripaxperience.com.br

  • Ratones: Uma Experiência da Terra ao Prato

Um dia inteiro para recuperar ou aprimorar nossas capacidades de perceber elementos da natureza. Aromas da flora, sons dos animais, ruídos da água corrente… Estas coisas simples das quais nos afastamos devido à correria do dia a dia. Visita à horta orgânica, para a escolha de plantas alimentícias não convencionais — conhecidas como PANCs. Degustação de delícias surpreendentes: canapés, tira-gostos, salgadinhos e sobremesas.

 

Turismo de Experiência amplia atrações para o turista da Santa e bela Catarina

Um dia inteiro para recuperar ou aprimorar nossas capacidades de perceber elementos da natureza. Aromas da flora, sons dos animais, ruídos da água corrente…

Jardim do Rancho

DDD 48 — Móvel 9972-3225

www.jardimdorancho.com.br

  • Tour das Experiências

Passeio interativo por diversos pontos da Ilha de Santa Catarina — também conhecida como Ilha da Magia. A bordo de um open top bus, o turista conhece atrativos turísticos da cidade de Florianópolis. Enquanto o veículo circula por avenidas, estradas e ruas, as narrativas de apresentação dos pontos de visitação vão sendo entremeadas por histórias e curiosidades da cultura local, e também por apresentações da criativa música nativa.

 

Turismo de Experiência amplia atrações para o turista da Santa e bela Catarina

Enquanto o open top bus circula por avenidas, estradas e ruas, as narrativas de apresentação dos pontos de visitação vão sendo entremeadas por histórias e curiosidades da cultura local, e também por apresentações da criativa música nativa

By Bus Turismo

DDD 48 — Fixo 3239-8966

www.floripabybus.com.br

  • Um Dia Inesquecível

Experiência de preservação ambiental na Reserva Extrativista Marinha de Pirajubaé, na área urbana do Município de Florianópolis. Visita a um Racho de Pesca e passeio pelo mar da área protegida, conhecendo bancos de areia, manguezal e Rio Tavares, além de ida até às proximidades da Ponte Hercílio Luz. Oficina de manuseio dos apetrechos de pesca e degustação de um menu de delícias criado com peixes e moluscos típicos.

 

Turismo de Experiência amplia atrações para o turista da Santa e bela Catarina

Visita a um Racho de Pesca e passeio pelo mar da área protegida, conhecendo bancos de areia, manguezal e Rio Tavares, além de ida até às proximidades da Ponte Hercílio Luz

Exoexperiências

DDD 48 — Móvel 9138-0951

www.ecoexperiencias.com.br

Objetivos gerais do Turismo de Experiência

 

O projeto “Turismo de Experiência: Santa Catarina em todos os sentidos” foi criado e desenvolvido com o objetivo de incentivar e promover pequenos negócios da Região Metropolitana da Grande Florianópolis. No formato agora apresentado ao mercado, agrupa 16 operadores orientados e preparados para oferecer momentos memoráveis àqueles em busca de roteiros realmente diferenciados, capazes de fugir ao lugar comum.

O que se buscou foi a formatação de produtos capazes de atender os objetivos maiores do Turismo de Experiência, resumidos em estimular o envolvimento com comunidades locais, permitir o aprendizado de novas atividades e explorar limites dos sentidos, como conhecimento de gastronomia, integração a manifestações religiosas, participação em aventuras, brincar com folclore, envolver-se com esportes, produção de artesanato etc.

Como a modalidade do Turismo de Experiência ganha novos adeptos ano após ano, atraindo público diferenciado, mais exigente, cria-se uma miríade de oportunidades de novos negócios, capazes de serem aproveitados por empreendedores individuais, micro e pequenas empresas. Basta que estes desenvolvam produtos inovadores, baseados nas próprias histórias de vida, costumes dos habitantes, tradições locais, cultura popular…

Objetivos específicos do Turismo de Experiência

 

O projeto “Turismo de Experiência: Santa Catarina em todos os sentidos” foi pensado, planejado, criado, pesquisado e desenvolvido a partir de uma inovadora parceria entre a Fundação Municipal de Cultura e Turismo do Município de São José e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina — Sebrae-SC. Esta união teve o objetivo de buscar uma solução capaz de atender os seguintes objetivos específicos:

  • Ampliar a participação das famílias e comunidades em atividades geradores de renda
  • Divulgar costumes, cultura, folclore, gastronomia e manifestações religiosas locais
  • Engajar as famílias e comunidades em atividades criadoras de postos de trabalho
  • Incentivar o surgimento de pequenos negócios através do Turismo de Experiência
  • Desenvolver o turismo no seu todo na Região Metropolitana da Grande Florianópolis
  • Promover as sustentabilidades ambiental e econômica do Turismo de Experiência

Matéria produzida a partir da participação no Press Trip Turismo de Experiência promovido pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina — Sebrae-SC, dias 2 e 3 de dezembro de 2015, na Região Metropolitana da Grande Florianópolis.