Novo turismo do Estado do Mato Grosso foca culinária local. Pratos são criados por chefes de cozinha baseados em ingredientes regionais. Um dos maiores destaques, a carne de jacaré, de animais criados em cativeiro, alcança sucesso internacional a partir de pratos sofisticados.

 

FIT Pantanal 2016: culinária regional com os requintes de gastronomia sofisticada

 

Um dos mais fortes diferenciais do turismo do Estado do Mato Grosso vem da sua diversificada gastronomia, principalmente aquela baseada em receitas e produtos regionais. Isso, inclusive, foi assunto de uma palestra no painel “O novo Pantanal Mato-grossense”, integrante da enorme grade de temas abordados dentro do Núcleo do Conhecimento da Feira Internacional de Turismo do Pantanal — FIT Pantanal 2016.

Desenvolvida pelo chefe de cozinha Fernando Mack, permitiu ao público conhecer algumas de suas iniciativas de valorização de ingredientes antes relegados quase ao abandono, como a Farinha do Poxaréu. Recentemente, ele descobriu uma espécie de baunilha no Município da Chapada dos Guimarães, agora sendo “domesticada” para uso culinário. E, não poderia ser diferente, a variedade de pratos à base de carne de jacaré.

Antes do início da FIT Pantanal 2016, dentro da qual ocorreu o Festival Gastronômico Sabores de Mato Grosso, foi feita apresentação e degustação de alguns dos pratos a serem vendidos durante o evento. Isso aconteceu na cozinha experimental do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial — Senac, no Centro da cidade de Cuiabá, tendo a presença de toda a imprensa local e de jornalistas vindos de diversos pontos do Brasil.

A proposta do Festival Gastronômico Sabores de Mato Grosso foi fazer uma releitura da culinária popular local e dos muitos insumos regionais, criando valores para torná-la mais um atrativo ao turismo do Estado. Todos os pratos foram comercializados a preços promocionais, uma maneira de permitir ao público presente o contato com opções antes conhecidas por ouvir dizer ou matérias de imprensa. Algumas das delícias lá servidas:

 

  • Baguncinha de pacu peva
  • Croqueta de mandioca com queijo curado
  • Docinhos com sabores de frutos da terra
  • Drink tchá por Deus
  • Empadas: carne seca e banana da terra; carne serenada e creme de abóbora; frango com pequi; e, jiló
  • Escondidinho de carne seca com banana da terra
  • Hot dog da terra com chips de banana
  • Maminha confit com toque de tamarindo
  • Maria Isabel com feijão apamonhado e farofa de banana
  • Matula crocante de pintado com quibebe de abóbora e pimenta de cheiro
  • Nhoque de batata com ragu de carne seca e abóbora
  • Paçoca de pilão, com arroz e feijão apamonhado
  • Peixada de pintado com banana da terra e arroz com coco queimado
  • Peva fish burguer
  • Revirado cuiabano
  • Risoto de carne seca com croutons de banana da terra
  • Saladinha ao molho de leite de coco com cheiro verde
  • Sanduba de costela com chutney de manga
Algumas das delícias apresentadas durante o Festival Gastronômico Sabores de Mato Grosso, realizado dentro da Feira Internacional de Turismo do Pantanal — FIT Pantanal 2016:

 

FIT Pantanal 2016: culinária regional com os requintes de gastronomia sofisticada

 

FIT Pantanal 2016: culinária regional com os requintes de gastronomia sofisticada

 

FIT Pantanal 2016: culinária regional com os requintes de gastronomia sofisticada

 

FIT Pantanal 2016: culinária regional com os requintes de gastronomia sofisticada

 


 

 

Matéria desenvolvida a partir dos seguintes investimentos do Governo do Estado do Mato Grosso:

 

• Participação no fampress de jornalistas brasileiros e estrangeiros, dias 16 a 19 de abril de 2016, pelos seguintes destinos do Estado do Mato Grosso: Município de Cáceres, Município de Chapada dos Guimarães, Município de Campo Novo dos Parecis, Município de Cuiabá,Município de Jaciara e Município de Nobres; e,

 

• Acompanhamento da Feira Internacional de Turismo do Pantanal — FIT Pantanal 2016, dias 20 a 24 de abril, no Centro de Eventos do Pantanal, na cidade de Cuiabá, capital do Estado.