Hipopótamo Yago chega para viver em ambiente de conforto e dignidade. Aquário, além de atrativo para visitantes, recupera animais para devolvê-los ao meio ambiente. Em amplo programa educacional, recebe alunos e oferece vagas para estágio.

 

Yago nasceu em março de 2014, no Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros, mais conhecido como o Zoo de Sorocaba, Município do interior Estado de São Paulo. E, com pouco mais de um ano de vida, já se acostumou a exibir beleza e graça a todos aqueles que param para apreciar o belo espécime animal

Yago nasceu em março de 2014, no Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros, mais conhecido como o Zoo de Sorocaba, Município do interior Estado de São Paulo. E, com pouco mais de um ano de vida, já se acostumou a exibir beleza e graça a todos aqueles que param para apreciar o espécime animal

O Aquário Natal, situado no bairro da Redinha, da capital do Estado do Rio Grande do Norte, ganha novo morador: o hipopótamo Yago. Ele é o 13º filho do casal Yara e Yuri, juntos há 37 anos. E nasceu de forma surpreendente, uma vez que sua mãe engravidou após uma década da última gestação — fato bastante raro na natureza. Agora, encantará crianças de todas as idades, moradores ou visitantes daquela belíssima cidade potiguar.

Yago nasceu em março de 2014, no Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros, mais conhecido como o Zoo de Sorocaba, Município do interior Estado de São Paulo. O pequeno-grande bebê veio ao mundo, pesando apenas 50 quilinhos, bem distribuídos em 90 centímetros de comprimento. E, com pouco mais de um ano de vida, já se acostumou a exibir beleza e graça a todos aqueles que param para apreciar o belo espécime animal.

Ele chega para viver numa casa preparada para recebe-lo com conforto e dignidade. O Aquário Natal, fundado em 15 de janeiro de 1999, é empresa de iniciativa privada com focos em cuidados com a fauna —nativa ou não — e trabalho voltado à conscientização da preservação do meio ambiente. E mantém amplo programa de visitações, recebendo turmas de alunos de escolas públicas ou privadas, do ensino fundamental ao superior.

Ao Aquário Natal também é confiada a reabilitação dos animais encontrados fora dos seus habitats, vítimas de traficantes, ou libertados de cativeiros, por todo do Estado, muitas vezes debilitados e maltratados. Estes, depois de passarem por triagens, receber os cuidados e tratamentos veterinários necessários e, após período de observação das condições e capacidades de sobreviver por conta própria, são devolvidos à natureza.

Além de atrativo turístico, o Aquário Natal é porta para emprego e renda, oferecendo estágios remunerados para estudantes de Aquicultura, Ciências Biológicas, Ecologia, Medicina Veterinária, Turismo e Zootecnia, dentre outros. Estes, além de cumprirem as obrigações para formação, atuam como monitores, acompanhando visitantes, com os quais compartilhando curiosidades e informações sobre a rica população ali residente.

Atualmente, uma das principais atrações do Aquário Natal é o Tanque de Toque. Nele, vive um tubarão lixa que, ao nadar pela superfície da água, permite ter sua barbatana dorsal tocada pelas pessoas. E oferece mergulho acompanhado de instrutor credenciado em outro tanque, que acumula cerca de 300 mil litros de água salgada. Neste, vivem outros cinco tubarões lixa, uma tartaruga marinha verde, três rêmoras e outros peixes.